Educação

Secretaria de Estado da Educação

Acessibilidade: A+ A() A-

 NOTÍCIAS

Projeto prevê distribuição de kits educativos sobre história e cultura negra

Por: Paula Monteiro - 07/04/2017 - 16:01

Foto: Erich Macias

Representantes da Fundação Cultural Palmares estão em Macapá para definir a implementação do projeto “Conhecendo Nossa História: da África ao Brasil”, em escolas do Curiaú e da capital. A iniciativa prevê a distribuição de 3 mil kits educativos com o livro ‘O que você sabe sobre a África’ e a revista Passatempos Coquetel, ambas as publicações dedicadas à história e à cultura negra. A expectativa é que o projeto seja lançado ainda no primeiro semestre deste ano.

A secretária estadual de Educação, Goreth Sousa, juntamente com a titular da Secretaria Extraordinária de Políticas para Afrodescendentes (Seafro), Núbia Cristina, e demais representantes do governo, receberam a comitiva da Fundação e alinharam as demandas necessárias para a execução do projeto no estado, tais como as competências entre as partes envolvidas, possíveis datas de lançamento da iniciativa e etapas a serem estabelecidas.

A Seed se comprometeu verificar quais escolas tem interesse em participar do projeto, bem como identificar quantos e quais professores podem trabalhar as ações nas unidades de ensino. O profissional passará por capacitação para ser multiplicador de conhecimento nas escolas públicas que atendem do 5º ao 9º ano do ensino Fundamental II. O conteúdo visa o ensino sobre a cultura e história afrodescendente de forma lúdica buscando o conhecimento e um novo olhar sobre as políticas públicas nesta área.

A Fundação Cultural Palmares, entidade vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), trabalha por uma política cultural igualitária e inclusiva, que busca contribuir para a valorização das manifestações culturais e artísticas negras brasileiras como patrimônios nacionais. O Amapá possui 258 comunidades quilombolas e em 2004 criou uma secretaria especial, a Seafro, para acolher, organizar e fortalecer as estratégias de promoção da igualdade racial e de combate ao racismo na região.