Educação

Secretaria de Estado da Educação

Acessibilidade: A+ A() A-

 NOTÍCIAS

Escola em Tempo Integral une base curricular comum com parte diversificada

Por: Thiago Soeiro - 15/02/2017 - 11:59

Foto: Patrick Tavares

A Escola em Tempo Integral semelhante ao Ensino Médio inovador aliará a Base Nacional Comum Curricular com a parte diversificada. Os alunos terão a possibilidade de juntar o currículo escolar com atividades de campos diversos. Os estudantes permanecem na escola das 7h30 às 17h, totalizando 9h30min. Para as atividades serão dedicadas 7h30min, com intervalos pela manhã e tarde, e horário de almoço, somando duas horas de descanso diários.       

A Escola em Tempo Integral tem sua metodologia focada no projeto de vida do aluno. O programa tem por objetivo principal o planejamento, execução e a avaliação de um conjunto de ações inovadoras em método, gestão conteúdo.

Base Nacional Comum       

A coordenadora da equipe de implantação de Educação em Tempo Integral (ETI) da Seed, Carla Beatriz Carvalho, explica que por orientações do Ministério da Educação (MEC) o número de aulas da matriz comum aumenta para algumas disciplinas específicas, como língua portuguesa e matemática, que terão seis aulas semanas, e química, física e biologia, com três aulas cada.

"De acordo com os últimos dados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA), a deficiência do nosso país ainda é nas [ciências] exatas, e estamos estagnados na língua portuguesa, por isso queremos dar este suporte melhor no Ensino Médio”, destaca Carla.

Base diversificada

Na base diversificada os alunos terão a oportunidade de ter contato com atividades voltadas para as áreas da cidadania, ciências políticas e ética, cultura e artes, esporte e lazer, direitos humanos, educação ambiental, inclusão digital, saúde, investigação científica, educação econômica, valorização da família e a violência contra ela praticada.

“Isso tudo vai acontecer de maneira integrada, o aluno pode sair da aula de língua portuguesa e entrar na aula de estudo orientado, e assim por diante. Não existe separação por turno, entre a base comum e a diversificada, uma complementará a outra”, destaca a coordenadora.

As disciplinas da base diversificada serão ministradas pelos mesmos professores da base curricular comum, que passarão por qualificação.  As disciplinas da área diversificada serão:

Projeto de Vida – Nesta disciplina o aluno terá, no primeiro e segundo ano, a oportunidade de estabelecer suas metas e seus objetivos de vida.

Pós Médio – O aluno poderá se preparar para quando ele sair do Ensino Médio, se vai para faculdade ou vai trabalhar, visualizando seus objetivos, traçando metas e estratégias

Estudo Orientado – O aluno passará por avaliações diagnósticas, de consolidação e de aprofundamento, durante o ano, para saber como está o seu desempenho. Principalmente nas disciplinas de português e matemática, para ver as deficiências, e a partir daí o professor começar a trabalhar nas aulas de estudo orientado o nivelamento do conhecimento destes alunos.

Práticas Experimentais – Os alunos terão a oportunidade de ter aulas práticas em laboratórios, colocando em prática seus conhecimentos aprendidos dentro das salas de aulas de química, física, biologia e matemática.

Disciplinas Eletivas – Que são trabalhadas com metodologia de projetos, nas quais os professores poderão se juntar por área de conhecimento e áreas afins, e os alunos poderão escolher a eletiva que querem fazer parte, de acordo com o projeto de vida deles.