Educação

Secretaria de Estado da Educação

Acessibilidade: A+ A() A-

 Arquivo de Notícias

O Núcleo de Assessoramento Técnico e Pedagógico (Natep) da Secretaria de Estado da Educação (Seed) está desenvolvendo nas escolas da rede estadual de ensino o projeto "Música na Escola". O objetivo do projeto, no contexto escolar, é ampliar e facilitar a aprendizagem do educando, pois ensina o aluno a ouvir e a escutar de maneira refletiva. Além disso, a metodologia utilizada engloba o contato com instrumentos, palestras e seminários com temáticas voltadas para a história da música, letras, melodias e demais assuntos afins.


A concepção do projeto de musicalização tem orientação teórica e prática do maestro Venilton Leal, que também responde pela Gerência de Projetos de Música, Arte e Cultura da Seed. Para ele a música, quando bem trabalhada, desenvolve o raciocínio, criatividade e outros dons e aptidões, por isso, deve-se aproveitar desta atividade educacional.


"A escola pode realizar um ensino de música que esteja ao alcance de todos, visto ser um espaço de construção e reconstrução do conhecimento, levando o aluno a gostar de ouvi-la, apreciá-la e compreendê-la, se divertindo e aprendendo", disse o maestro.


Paralelamente ao aprendizado musical, o projeto entra no currículo escolar visando à inclusão social. O projeto "Música na Escola" segue sua agenda primeiramente desenvolvendo ações nas seguintes escolas estaduais: Gonçalves Dias, Barão do Rio Branco, Igarapé da Fortaleza e Raimundo Pereira da Silva na comunidade de Santa Luzia do Pacuí.

Aconteceu nesta terça-feira, 13, no auditório da Secretaria de Estado da Educação (Seed), a solenidade de posse dos membros do Conselho de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos profissionais de Educação CACS - FUNDEB.  Os 22 empossados, sendo 11 titulares e 11 suplentes terão um mandato de dois anos.


Durante a cerimônia, a secretária de Políticas Educacionais da Seed, Elizabeth do Rosário celebrou o ato da posse, na ocasião, representando a secretária de educação, Conceição Medeiros.  


O CACS - FUNDEB é um colegiado, cuja função principal, segundo o art. 24 da Lei nº 11.494/2007, é proceder ao acompanhamento e controle social sobre a distribuição, a transferência e a aplicação dos recursos do Fundo, no âmbito de cada esfera Municipal, Estadual ou Federal. O Conselho não é uma unidade administrativa do Governo, assim, sua ação deve ser independente e, ao mesmo tempo, harmônica com os órgãos da Administração Pública local.

Os técnicos do Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap) apresentaram nesta sexta-feira, 9, o portal para o processo da Chamada Escolar Unificada 2016. Na ocasião, as secretárias de Educação do Estado e de Macapá, respectivamente, Conceição Medeiros e Dalva Figueiredo, além dos representantes das instituições tiraram dúvidas e colaboraram com sugestões para melhor construção do site.


O portal disponível no endereço eletrônico www.chamadaescolar.ap.gov.br estará disponível no dia 13 de outubro, data do lançamento oficial da Chamada Escolar que acontecerá a partir das 9h, no Templo Central da Assembleia de Deus.


O objetivo do processo da Chamada Escolar é aperfeiçoar o planejamento da oferta de vagas para o ano letivo de 2016. Devem se inscrever todas as crianças, jovens adultos que estão no ano de 2015 fora da rede estadual de ensino, ou ainda àqueles que estão em processo de mudanças de níveis de ensino, bem como por mudanças de bairros ou de município.


O processo acontecerá em três fases. A primeira será em regime de pré- matrícula, com o preenchimento dos dados no sistema relativo a necessidade da vaga de matrícula e a unidade escolar que os pais ou responsáveis tiverem a intenção de matricular o aluno.


Na segunda fase, ocorrerá a confirmação da pré-matrícula na unidade escolar polo em data a ser divulgada. E a última fase que ocorrerá no fim do ano letivo de 2015 com data para a matrícula, que também será divulgada com antecedência.


A secretária de educação, Conceição Medeiros, disse que pela primeira vez a Chamada Escolar será unificada, e o novo modelo só foi possível devido ao alinhamento e parceria das instituições envolvidas, bem como uma nova leitura do Ministério Público que cuida do direito do ir e vir, e da educação.


“É a primeira vez que acontece a união das duas redes: estadual e municipais de ensino e a extensão para as zonas rurais. A outra inovação é na forma de realização que será toda online, dando comodidade para todos os pais ou responsáveis”, disse a gestora.


Segundo os técnicos do Prodap, o site será uma ferramenta primordial para o planejamento das secretarias de educação para o ano de 2016. No processo de inclusão de dados, os pais ou responsáveis deverão informar seus dados pessoais e dos alunos, as opções das escolas e as series.


Para aqueles que não possuem acesso à internet, serão disponibilizados técnicos treinados e infraestrutura em polos que ficarão localizados nas Escolas Estaduais e Municipais de Macapá e Santana. 

Com interesse na pesquisa voltada para projetos e a iniciação científica, a aluna amapaense Bárbara da Costa Amoras, do 2º ano da Escola Estadual Professora Esther da Silva Virgolino, foi destaque na seleção do Programa Brasilitas, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.


A estudante de 15 anos foi a única representante selecionada do norte do país, tendo concorrido com mais de 50 mil inscritos em todo Brasil. Ela recebeu a confirmação de sua seleção pela internet no último domingo, dia 4 de outubro. Bárbara afirma que o principal critério de avaliação do aluno é que sua iniciativa tenha foco no coletivo.


"Comecei fazendo uma pesquisa sobre meio ambiente e desenvolvi um projeto para áreas de ressaca sobre a prevenção do fogo. Com o projeto e outas pesquisas ligadas também à matemática, tive a oportunidade de participar de várias feiras de ciências, com premiações", explicou. A aluna conquistou, inclusive, habilitação para a Feira Brasileira de Ciência e Engenharia, que ocorre em São Paulo, em março de 2016.


O Programa Brasilitas é realizado em duas etapas e ocorreu em agosto deste ano. A primeira etapa, composta por três redações, avaliou o perfil profissional do aluno como pesquisador, seus trabalhos voltados para a comunidade e seu interesses externos à sua realidade. A segunda etapa foi composta por uma entrevista realizada pelos alunos de Harvard dos cursos de psicologia e ciência da computação via internet.


A seleção é tida como uma pré-inscrição que dá a oportunidade a alunos de ingressarem em uma das Universidades mais conceituadas no mundo. A estudante explica que a possibilidade somente será possível após conclusão do ensino médio e o conhecimento na língua inglesa, para isso, Bárbara pretende intensificar os estudos.


Entusiasmada com o alcance dos projetos, a estudante afirma que não parou por aqui. Já está em andamento uma proposta sobre etnoturismo para o quilombo do Curiaú, trabalho aprovado para a Amostra Internacional de Ciência e Tecnologia da Fundação Liberato, que acontecerá dia 25 de outubro, no Rio Grande do Sul. A viagem será patrocinada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.


"É um trabalho de apoio e incentivo que só foi possível com esforço mútuo. Tenho como base as orientações das professoras Iris Maciel Bezerra, da Escola Estadual Ruth Bezerra e da professora de história e iniciação científica, Mikaela Moreno, da escola Esther Virgolino", reiterou.


Está previsto para março de 2016 um encontro no Brasil com os selecionados do Programa Brasilis e representantes da Harvard.

Diretores e secretários escolares estiveram reunidos nesta quarta-feira, 7, para planejar o processo da Chamada Escolar 2016. O encontro aconteceu no Campus II da Universidade do Estado do Amapá (Ueap).


Durante a reunião, técnicos da Secretaria de Estado da Educação (Seed) informaram que as inscrições para o processo em regime de pré-matrícula irá acontecer no período de 13 de outubro a 13 de novembro deste ano. O objetivo é aperfeiçoar o planejamento da oferta de vagas para o ano letivo de 2016.


Devem se inscrever todas as crianças, jovens adultos que estão no ano de 2015 fora da rede estadual de ensino, ou ainda àqueles que estão em processo de mudanças de níveis de ensino, bem como por mudanças de bairros ou de município.


"Nossa campanha é sempre de pedir o apoio dos pais ou responsáveis no sentido de promover a instrução dos filhos na idade escolar correta, e ainda fazer sempre o acompanhamento no ambiente escolar", explicou a coordenadora do Ensino Profissional e Básico da Seed, Edilene Dias.


O processo acontecerá em três fases. A primeira acontecerá em regime de pré- matrícula, com o preenchimento dos dados no sistema relativo a necessidade da vaga de matrícula e a unidade escolar que os pais ou responsáveis tiverem a intenção de matricular o aluno.


Na segunda fase, ocorrerá a confirmação da pré-matrícula na unidade escolar polo em data a ser divulgada. E a última fase que ocorrerá no fim do ano letivo de 2015 com data para a matrícula, que também será divulgada com antecedência.


Ainda segundo Edilene Dias, a Chamada Escolar será unificada, e o novo modelo só foi possível devido ao alinhamento e parceria das instituições envolvidas, bem como uma nova leitura do Ministério Público que cuida do direito do ir e vir, e da educação.


É a primeira vez que acontece a união das duas redes: estadual e municipais de ensino e a extensão para as zonas rurais. A outra inovação é na forma de realização que será toda online, dando comodidade para todos os pais ou responsáveis. "A chamada se faz necessária para que possamos atender satisfatoriamente a demanda e minimizar erros para o período de matrícula", destacou.


A apresentação do sistema online ocorrerá na próxima sexta-feira, 9, no auditório do Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap) às 10h. O lançamento oficial será realizado no próxima semana, dia 13 de outubro, no templo central da Assembleia de Deus.


 

Dando continuidade às peregrinações do Círio 2015, os servidores da Secretaria de Estado da Educação (Seed) receberam na manhã desta quarta-feira, 7, a imagem de Nossa Senhora de Nazaré. 


A Santa foi recebida pela secretária de estado da educação, Conceição Medeiros. Em pronunciamento a gestora da Seed deu as boas vindas saudando o grupo de organizadores do Círio 2015, os servidores da instituição e seus familiares.


Uma missa foi celebrada pelo padre Paulo Roberto e acompanhada pelos servidores e familiares. Padre Paulo Roberto fez questão de deixar a mensagem para que todos busquem a fé como o exemplo deixado por Maria de Nazaré.


A aposentada Leonildes Dias Tavares de 84 anos devota de Nossa Senhora de Nazaré esteve participando da celebração e aproveitou para agradecer uma benção alcançada. “Não posso acompanhar o círio e aproveitei a oportunidade para me aproximar da santa e agradecer as bênçãos recebidas”, emocionada disse a aposentada.


Para o acolhimento da imagem, a Comissão de Eventos da Seed em parceria com os servidores, prepararam e decoraram um altar localizado no hall de entrada da instituição. A imagem permanecerá na Seed por 24 horas e seguirá para o prédio da Suframa.

Diretores, secretários, professores e coordenadores da rede estadual de ensino participaram nesta sexta-feira, 2, no Teatro das Bacabeiras, do lançamento do Programa de Capacitação a Distância (Progestão). A finalidade é formar lideranças escolares comprometidas com ação de um projeto de gestão democrático da escola pública, focado no sucesso escolar dos alunos estaduais.


Na ocasião foram apresentados o planejamento e cronograma de atividades do Progestão. De acordo com o calendário, no período de 5 a 9 de outubro será feita a regularização de matrícula. As primeiras aulas presenciais acontecerão já no dia 20 de outubro com as turmas polos no município de Macapá e no dia 21 em Santana. O calendário de 2015 encerra no dia 10 de dezembro, com o retorno das atividades do curso de Progestão para o mês de março de 2016.


A coordenadora do programa, Silvia Mira, destacou que o curso possibilita a apropriação de conhecimento, valores e atitudes que contribuam para a valorização da prática profissional dos gestores.


O curso terá a duração de 320 horas distribuídas em 10 módulos de 30 horas e para o modulo zero estão destinadas 20 horas de atividades presenciais como fórum, palestras e seminários.


Para a gerente do Núcleo de Capacitação para Gestão Escolar (NUCGES), Láudia Góes, a expectativa é que a capacitação venha contribuir para que o ensino tenha resultados positivos. "Esse momento irá possibilitar em todas as frentes o desenvolvimento das ações interligadas e a aprendizagem objetiva dos nossos alunos", disse a gerente.


Durante o evento, a secretária de Estado da Educação, Conceição Medeiros, falou que a iniciativa de capacitação de formação é uma política que o governo atual sempre dá prioridade. "No exercício da função todos precisam buscar novas especializações. A gestão tem que estar emanada na linha do coletivo, pensar na escola como um todo. É necessário conhecer o que é ser gestor para realizar uma trabalho de qualidade para a população", enfatizou.


Para incentivar e desenvolver o interesse pela leitura, a Secretaria de Estado da Educação (Seed), por meio do Núcleo de Educação de Jovens e Adultos (Neja), realizou nesta quinta-feira, 1, no espaço da Casa do Artesão, na Praça Beira Rio, o "Projeto Dia de Ler. Todo Dia!" com atividades voltadas para a cultura e ao esporte.


O projeto marca o início da mobilização nacional pela Leitura e se estenderá até o dia 9 de outubro por 40 escolas do município de Macapá que atuam na modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA).


O objetivo é despertar o interesse pela leitura, oportunizando momentos de satisfação e enriquecimento cultural de forma lúdica e prazerosa; também visa a sensibilização de que a leitura pode ser feita em qualquer lugar. O que conta para o dia de ler é a atitude de ler. Ler na biblioteca, na sala de aula, na fábrica, no escritório, no ponto de ônibus, no consultório, na praça ou no restaurante.


"A educação de jovens e adultos é um segmento que tem um pouco mais de dificuldade, por, na sua maioria, serem jovens e responsáveis pelo sustento familiar, o que acarreta, em alguns casos, na evasão escolar. Queremos atingir com o projeto, não somente estes jovens, mas sim, o máximo de pessoas possíveis, por isso, a escolha de locais com grande movimentação", reiterou o gerente do Neja, Antônio Botelho.


A programação contou com recitações de poesias e contos, músicas, leituras, tabuada interativa e doações livros didáticos.


O professor da disciplina de matemática, Joy Reis Gonçalves, responsável pela criação da tabuada interativa, conta que desenvolveu o método em 2015 e que já rendeu bons frutos. Ele ressalta que o estímulo veio da constatação da dificuldade dos alunos com a matéria. A primeira instituição educacional que teve contato com o método foi a Escola Estadual Lucimar Amoras Del Castilho.


O projeto foi destaque na II Feira Amapaense de Matemática, realizada em maio pelo Instituto Federal do Amapá (Ifap), e na IV Feira Nacional da Matemática, que aconteceu em Jaraguá do Sul, Santa Catarina, em julho.


A aluna do 6º ano da escola Lucimar Amoras Del Castilho, Nayra Taís, que visitou o evento, disse que teve o prazer ter tido o contato anteriormente com o método matemático na escola e que é preciso estudar de forma interdisciplinar.


" É uma ótima iniciativa, pois aproxima cada vez mais todos pelo gosto da leitura, do aprendizado e da interdisciplinaridade. A leitura é importante também no ensino da matemática", destacou.


A Secretaria de Estado da Educação (Seed) realizou nesta quarta-feira, 30, no auditório do Centro de Ensino Profissionalizante do Amapá - Professora Josinete Oliveira Barroso (Cepajob), a cerimônia de premiação para professores e alunos medalhistas da Olimpíada de Língua Portuguesa de Língua Portuguesa (OLPEF).


A secretária de Estado da Educação, Conceição Medeiros, parabenizou a organização e o trabalho dos professores e alunos. Para Medeiros, toda a comunidade escolar deve estar envolvida, no sentido de despertar valores educacionais e o envolvimento de questões de currículo e indicadores de desenvolvimento e qualidade educacional.


"É possível dentro das escolas realizar um bom trabalho, estimulando os alunos a leitura, a escrita, ao sonhar e ser criativo no desenvolvimento de suas habilidades", destacou.


Foram homenageados alunos e professores das Escola Estadual Rivanda Nazaré da Silva Guimaraes, Sebastiana Lenir de Almeida, Profº Irineu da Gama Paes, Profª Nanci Nina Costa, Profº Rodoval Borges Silva, do município de Santana; Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amapá, do município de Laranjal do Jari; entre outras.


A aluna da escola Profª Josefa Jucileide A. Colares, Katarina Trindade, do 7º ano, foi homenageada na categoria poema com a título "A cultura que vive em mim". "Estou muito feliz por mais um reconhecimento, com isso, pretendo criar novos textos e aprender mais", disse.


O evento continua no período da tarde, a partir das 14h, com a formação dos multiplicadores da OLPEF dos 16 municípios do Estado do Amapá e se estenderá até o dia 2 de outubro no Cepajob. O intuito é fornecer os subsídios teórico-práticos sobre o processo de ensino da leitura e da escrita na rede estadual de ensino.


Participação
As escolas estaduais participam da OLPEF desde a 1ª edição que aconteceu em 2008. Em sua 4ª edição no ano de 2014, o Estado do Amapá foi premiado nas modalidades: artigo de opinião, memória literária, poema e crônica. O objetivo do evento é homenagear professores e alunos que foram destaques em nível local e regional, bem como incentivar a prática da leitura e escrita


 

Mais de 70 alunos do 3º ano da Escola Estadual Alexandre Vaz Tavares (AVT) estão envolvidos no projeto "De olho no Enem", que tem o objetivo alcançar a excelência no ensino médio, bem como melhorar o desempenho dos alunos nos vestibulares, Exame Nacional do ensino Médio (Enem) e concursos públicos.


As atividades que acontecem no período da noite, das 18h30 às 21h, são gratuitas, envolvem aulas multidisciplinares e simulados. Os estudantes recebem orientações e conteúdos nas disciplinas de língua portuguesa, química, física, matemática, sociologia, história, redação e interpretação de textos.


Segundo a coordenadora do projeto, Olga Cristina Cavalcante, a proposta não tem apenas como foco a entrada do aluno em instituições de ensino superior, trata-se também de um projeto que estimula a valorização do ser humano e o resgate de valores importantes como solidariedade e amor ao próximo.


"Mais que capacitar estudantes a passar no vestibular, é necessário conectá-los à realidade para que possam adquirir noções de respeito, ética e cidadania", ressaltou a professora de língua portuguesa.


Ela destaca ainda que, "é importante lembrar que o processo seletivo é um dos meios de inclusão social e cabe ao professor estimular e preparar o aluno para competir em situação de igualdade com todos aqueles que concorrerão a uma vaga nas instituições de ensino superior".



Para a realização do projeto, mais de 30 pessoas estão envolvidas diretamente, entre professores, funcionários da unidade escolar e coladores Universidade do Estado do Amapá (Ueap) e da Universidade Federal do Amapá (Unifap).


As aulas de reforço no AVT seguirão até o próximo dia 16 de outubro, uma semana antes das provas do Enem que acontecem nos dias 24 e 25 deste ano.


Outras unidades escolares também montaram intensivos para o Enem e vestibulares, como as Escolas Estaduais Maria Carmelita do Carmo, Tiradentes e Colégio Amapaense.



 

A Secretaria de Estado da Educação (Seed), por meio Núcleo de Capacitação para Gestão Escolar (NUCGES), promove na próxima sexta-feira, 2, a partir das 8h, no Teatro das Bacabeiras, a solenidade de abertura da 3ª Edição do Programa Progestão para profissionais dos municípios de Macapá e Santana.


O Progestão insere-se no contexto das políticas públicas em educação por uma gestão democrática e participativa. É uma proposta do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) em atendimento às demandas legislativas que enfatizam a autonomia, a gestão participativa e a valorização do magistério como forma de elevar a qualidade do ensino e o sucesso dos alunos da educação básica.


No Amapá, o curso de formação continuada atenderá, nesta 3ª edição, a demanda de diretores, diretores adjuntos, secretário escolar, membros da equipe pedagógica e/ou docentes de 142 Escolas da rede estadual, sendo 101 escolas da zona urbana de Macapá, nove da zona rural de Macapá e 32 escolas do município de Santana.


De acordo com o cronograma, o curso terá duração de nove meses, e tem como objetivo promover a formação continuada à gestão em serviço; nesse sentido, oportuniza maior participação, sem retirá-los de suas atividades e aproveitando ao máximo a experiência vivencial das equipes gestoras das escolas participantes.


A 1ª edição do Progestão aconteceu no ano de 2006, atendendo uma demanda total de 425 profissionais da educação nos municípios de Macapá e Santana. No ano de 2012, houve uma expansão do curso para curso para os demais munícipios do Estado com a 2ª edição atendendo 430 profissionais com exceção dos munícipios de Oiapoque e Itaubal.


Segundo a gerente do NUCGES da Seed, Laúdia de Oliveira Góes, a capacitação é baseada na concepção de educação que considera o trabalho dos gestores escolares como um processo dinâmico e permanente, cuja diretriz fundamental é estabelecer vínculos entre as situações de aprendizagem oferecidas pelo curso e prática cotidiana nas escolas públicas. "Ao final do curso todos receberão certificados de conclusão do programa", afirmou a gerente.




Confira a programação:


Abertura


8h30 – Hino Nacional e do Amapá


08h45 – Acolhida


09h - Apresentação do Programa Progestão – Sylvia Mira


Apresentação da Equipe de formadores do Progestão


09h30 – Composição da Mesa


10h às 11h – Palestra de formação continuada e formação continuada e gestão democrática.


Mediador – Conceição Correa Medeiros.

O Núcleo de Educação de Jovens e Adultos (NEJA), da Secretaria de Estado da Educação (Seed), realizará na próxima quinta-feira, 1, o projeto "Dia de Ler. Todo dia", data que marca o Dia Nacional de Mobilização pela Leitura. O evento acontecerá às 16h, em frente à Casa do Artesão, na Praça Beira Rio, em Macapá.


O objetivo é despertar o interesse pela leitura, oportunizando momentos de satisfação e enriquecimento cultural de forma lúdica e prazerosa; também visa a sensibilização de que a leitura pode ser feita em qualquer lugar. O que conta para o dia de ler é a atitude de ler. Ler na biblioteca, na sala de aula, na fábrica, no escritório, no ponto de ônibus, no consultório, na praça ou no restaurante.


O projeto "Dia de Ler. Todo dia" será executado em 40 escolas da rede estadual de ensino dos municípios de Macapá e Santana que atuam na modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Técnicos do NEJA estarão envolvidos durante todo o dia em atividades nas escolas acompanhando os projetos propostos e executados nas dependências das instituições de ensino.


"Queremos unir o máximo de pessoas nessa proposta de incentivar à leitura. Desde os clássicos de literatura até gibis, revistas, jornais, e tudo o que leve as pessoas a estarem em contato com a leitura", comentou o gerente do Neja, Antônio Botelho.


A programação contará com recitações de poesias e contos, músicas, leituras, tabuada interativa e doações livros didáticos.

Dentre as diversas atrações da III Feira de Ciências e Engenharia do Amapá (Feceap) e 12° Semana Nacional de Ciências e Tecnologia, eventos que marcaram a Semana do Equinócio, no Monumento do Marco Zero do Equador, os trabalhos de pesquisas de alunos de várias escolas e faculdades tiveram destaque e grande público. Os experimentos mostraram o que há de mais interessante na busca do aprendizado da ciência e tecnologia no Estado.


Com 32 projetos de física e geografia, alguns voltados para a preservação do meio ambiente que foi o ponto estratégico do evento, a feira chamou a atenção de alunos de escolas estaduais e particulares, e acadêmicos de faculdades como Instituto Macapaense de Melhor Ensino Superior (Immes), e do Instituto Federal do Amapá (IFAP).


Projetos no meio do mundo


Os alunos do 4° ano do curso de informática da Escola Estadual Esther Virgolino, Melyssa Rayanne, Gabriel Leite e Felipe Costa, escolheram casos de autismo para projetarem uma ferramenta de ajuda, em casos clássicos. Trata-se de um robô Lego NXT que interage com a criança com métodos de equivalência de estímulo e método ABA, que diminui o comportamento ritualístico, desenvolvendo a linguagem e socialização. Projetos semelhantes custam em média R$ 80 mil e os projetos dos alunos podem custar até mil reais.


O que fazer com os dejetos dos cachorros domésticos? Com esse pensamento que os alunos do 7° ano da escola Coelho Neto implantaram o projeto "Análise Química e Granulométrica de Fezes Caninas para Utilização em Jardins Sustentáveis: Uma Questão Socioambiental". Basicamente a matéria orgânica é coletada, analisada, para tornar a terra mais fértil e com melhor textura. Na ocasião, os estudantes demonstraram duas mudas de planta; a que foi cultivada com o adubo especial, floresceu mais rápido e com mais brotos.


Representando as escolas da rede particular de ensino, os alunos do 6° ano, Guilherme Cardozo, Guilherme dos Anjos e João Vitor Castro, da Escola Moderno, aplicaram, de forma divertida e lúdica, os conhecimentos sobre o princípio que explica a Lei de Pascal, com um protótipo de um braço robótico hidráulico, construído de materiais recicláveis. "Queremos facilitar a aprendizagem da física para as pessoas", ressalta João Vitor.


 

Uma comitiva do Estado do Amapá participou nos dias 24 e 25, em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, da III Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), que reúne secretários estaduais de educação e representantes de secretarias de todo o Brasil.


 


O encontro debateu dentre outros temas, os contornos e definições para o ensino médio, tendo em vista a melhoria dos indicadores desta importante etapa escolar, com discussões sobre a Base Nacional Comum e o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).


 


A secretária de educação, Conceição Medeiros disse que com a aprovação do Plano Estadual de Educação (PEE) do estado do Amapá, todas as perspectivas de melhoria na educação aumentaram.  A gestora enfatizou ainda que dentro do PEE existem metas a serem alcançadas no que diz respeito ao Ensino Médio.


 


“Estamos executando um novo modelo de educação Amapá, com mais responsabilidade, dedicação e respeito com nossos alunos. A Base Nacional Comum também trará um novo ciclo de desenvolvimento para o nosso Estado”, enfatizou a gestora.


 


“Nossa postura é decisiva neste momento enquanto gestores da educação, especialmente, na definição de três questões essenciais: um bom currículo, a qualificação de bons gestores e na formação de bons professores”, disse o presidente do Consed, Eduardo Deschamps.


  


Base Nacional Comum (BNC)


 


No início do mês de setembro, o estado do Amapá foi palco III Seminário Estadual do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio (PNEM). O evento reuniu professores do ensino médio em discussões e apresentações de trabalhos produzidos nas formações continuadas realizadas nas escolas, buscando mais qualidade do ensino médio amapaense.


 


Dentro o tema debatido estava a Base Nacional Comum (BNC) que é um conjunto de conhecimentos e habilidades essenciais que cada estudante brasileiro deve aprender a cada etapa da Educação Básica, para que possa desenvolver-se como pessoa e preparar-se para o exercício da cidadania e bem como qualificar para o trabalho.


 


A socialização das informações da BNC continua e a partir dela, os professores continuarão podendo escolher os melhores caminhos de como ensinar e quais outros elementos precisam ser somados no processo de aprendizagem e desenvolvimento de seus alunos.

Nesta quinta-feira, 24, o Monumento do Marco Zero do Equador foi mais uma vez palco para a criatividade, inovação e fomento de novas ideias, envolvendo a ciência e tecnologia. O Torneio Juvenil de Robótica reuniu 25 equipes de várias escolas do Estado, no terceiro dia da III Feira de Ciências e Engenharia do Amapá (Feceap) e 12° Feira Nacional de Ciência e Tecnologia, programação da Semana do Equinócio.


A competição de robótica, que ocorreu durante todo o dia e reuniu torcidas de escolas apaixonadas pelo tema, dividiu-se em cinco modalidades: dança, resgate no plano, sumô tradicional, cabo de guerra e viagem ao centro da Terra. Todas com categorias por idade: nível 1 – até 12 anos, nível 2 – de 12 a 14 anos, e nível 3 – de 14 a 18 anos.


Grupos de escolas como Esther Virgolino, Visconde de Mauá (Sesi), Conexão Aquarela, Mundo Colorido, além da equipe do Instituto Federal do Amapá (Ifap), de Laranjal do Jari, apresentaram seus projetos com os robôs programados pela plataforma Lego Mindstore. Os alunos não podem tocar nos os robôs nas competições, enquanto eles estiverem em ação. Algumas equipes treinaram durante um mês para a competição, coordenados pelos professores de matemática Dayse Queiroz e de física Edivan Ribeiro.


Modalidades da competição


Na Dança, os alunos acompanham o robô na coreografia programada e este interage com a música escolhida. As equipes de dança apresentaram ritmos de hip hop, dance music e até o marabaixo. No resgate no Plano e Viagem no Centro da Terra, a missão é buscar uma vítima com obstáculos, obedecendo o percurso no tempo determinado. Já no Cabo de Guerra e no Sumô tradicional seguem as regras clássicas.


O corpo de jurados formado por acadêmicos e professores, devidamente capacitados pelo Centro de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação (CAAH/S), analisa quesitos como: estrutura e dimensão dos robôs, volume, bem como o cumprimento da programação definida. As equipes campeãs irão representar o Estado do Amapá em campeonato nacional e o resultado sairá nesta sexta 25, com encerramento da programação.


Palestras


Junto com o torneio de robótica, visitantes de diversas escolas e a comunidade em geral também puderam apreciar, no salão cultural do Monumento Marco Zero, a palestra da mestre e educadora Maria Lúcia Sabatella, que tratou do tema: "O Importante Papel na Identificação dos Alunos com Altas Habilidades". Segundo ela, pais e escola precisam ter mais sensibilidade em diagnosticar mais rapidamente crianças com altas habilidades, para trabalhar com elas de forma diferente: "Essas crianças falam, andam e absorvem os conhecimentos antes do tempo e quem os cercam precisam estar preparados".


Ganhadora do prêmio Jovens Inventores no programa Caldeirão do Huck, da Rede Globo, pelo caso de sucesso chamado "Matapi Ecológico", a acadêmica Regiane Silva, de Abaetetuba (PA), palestrou sobre como superou obstáculos para concluir seus projetos e melhorar sua vida e da família. Hoje, ela vende a ideia para instituições e prefeituras e, com o prêmio, reformou a casa onde mora com eles.


O Matapi Ecológico consiste num objeto de pesca de camarões, de material biodegradável, que captura apenas os camarões graúdos, contribuindo também para o desenvolvimento econômico de sua cidade.


O penúltimo dia da Feceap contou com a participação de estudantes de várias escolas como: Rivanda de Nazaré, Ruth Bezerra, Predicanda Lopes, Coaracy Nunes e Visconde de Mauá (Sesi), além de Moderno Junior e Podium, no qual puderam ver apresentações de dança, canto e voo de aeromodelos do Clube de Aeromodelismo do Amapá. A programação continua nesta sexta, 25, com a exposição dos projetos de física e geografia e entrega de medalhas aos campeões do Torneio Juvenil de Robótica.