Educação

Secretaria de Estado da Educação

Acessibilidade: A+ A() A-

 Arquivo de Notícias

Após o período de um mês de férias, estudantes da rede estadual de ensino estão voltando às aulas nesta segunda-feira, 3, nos períodos da manhã, tarde e noite. Para as 34 escolas estaduais que aderiam ao programa "Educação Empreendedora", as aulas iniciarão somente no dia 10 de agosto, em função da capacitação dos professores das referidas escolas.


A Secretaria de Estado da Educação (Seed) organizou uma vasta programação para esse segundo semestre. Durante o retorno no período da manhã, por exemplo, servidores e professores fizeram o acolhimento dos pais e alunos, dando as boas vindas, tornando o momento mais agradável aos jovens.


Em três regiões, zona norte, zona sul e centro, foram escolhidas as Escolas Estaduais Brasil Novo, Lauro Chaves e Antônio Cordeiro Pontes para acontecerem as aulas inaugurais.


Na escola Antônio Cordeiro Pontes, o acolhimento foi feito pelo corpo técnico e pela secretária de Educação, Conceição Medeiros, que fez questão de visitar a direção e as salas de aula.


"Aproveitamos o mês de julho para organizar as escolas e a distribuição de professores. Desejamos um retorno tranquilo aos nossos alunos, com o intuito de melhorar ainda mais o desenvolvimento da nossa educação", afirmou a gestora.


Para a aluna do convênio, da escola Antônio Pontes, Catarina da Silva Carvalho, os ensinamentos dos professores neste semestre serão primordiais para as provas dos vestibulares de fim de ano. "Vou fazer vestibular para medicina, e por isso, estava ansiosa para voltar às aulas. Tenho que estudar em dobro, pois a concorrência é grande para a área da saúde", afirmou.


Segundo a coordenadora de Educação Básica e Profissional da Seed, Edilene Dias, que acompanhou a aula inaugural na Escola Lauro Chaves, os alunos irão participar, durante o mês de agosto, de atividades relacionadas às datas comemorativas ao Dia do Estudante, dos Pais e do Folclore. Além do planejamento e início dos ensaios para os desfiles cívicos dos dias 5, 12 e 13 de setembro.

Iniciou nesta quinta-feira, 30, em Brasília, o Encontro de Especialistas para a consolidação do documento da Base Nacional Comum Curricular para as escolas que compõem a educação básica de ensino. O objetivo do grupo de encontro, formado por professores e pesquisadores, é criar um conjunto de conhecimentos e habilidades essenciais que cada estudante brasileiro deve aprender a cada etapa da educação básica, para que possa se desenvolver como pessoa, se preparar para o exercício da cidadania e se qualificar para o trabalho.


Neste sentido, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) participa dos debates e da construção da base. O assessor especial de projetos da Seed e professor de Língua Portuguesa, Wirley Jatniel Pinheiro Oliveira, representa o Amapá durante o encontro.
Para Wirley Oliveira, as propostas precisam ser construídas a partir de um pacto federativo, respeitando as regionalidades e as especialidades dos lugares e pessoas que compõem a nação.


"Quase 30 anos depois da promulgação da Constituição Federal, o país tem o desafio e a responsabilidade de construir uma base que ajude a garantir a todos o pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho", afirmou o educador.


Dentre os principais objetivos do movimento para a criação do documento, num primeiro momento, destacam-se: contribuir para inserir o tema na agenda da educação brasileira; mobilizar atores importantes em torno da causa; produzir estudos e pesquisas para subsidiar esse debate; e garantir, ao longo do processo, a observação de alguns princípios considerados fundamentais para que essa Base possa, de fato, chegar a cada sala de aula brasileira e ajudar a melhorar a educação no país.


O próximo passo será a apresentação de uma versão do documento aos secretários de Educação, que o levarão aos professores da sua rede de ensino para que seja discutido.


Com a base comum, se cumprirá a meta 7 do Plano Nacional de Educação (PNE) - fomentar a qualidade da educação básica, do fluxo escolar e da aprendizagem. A lei determina que até junho de 2016 o documento seja encaminhado ao Conselho Nacional de Educação (CNE). Os professores, segundo o Ministério da Educação (MEC), poderão opinar por meio de uma plataforma digital, ainda não disponível.

Estão abertas as inscrições para a 2ª edição do Prêmio "Respostas para o Amanhã", que busca fomentar o uso dos conhecimentos da área de Ciências da Natureza e Matemática em questões cotidianas, estimulando os jovens a pesquisarem e encontrarem soluções simples para melhorar a vida do lugar onde vivem.


Iniciativa da Samsung, com coordenação geral do Cenpec - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária –, o prêmio é destinado a professores e alunos do ensino médio da rede pública de todo país. É uma oportunidade para escolas e professores desenvolverem práticas educativas na busca de soluções simples para melhorar o ambiente em que vivem.


A inscrição é gratuita até às 23h59 do dia 20 de setembro, e deverá ser feita exclusivamente pelo site www.respostasparaoamanha.com.br, obedecendo aos seguintes passos: cadastro: inserção das informações do professor, da instituição de ensino e da turma de alunos/classe participante, incluindo uma breve apresentação do perfil da turma. Preenchimento do Formulário Descritivo: registro das informações sobre o desenvolvimento do Projeto e da Prática Educativa.


Somente poderão se inscrever professores em pleno exercício de suas atividades no ensino médio de instituições públicas de ensino das redes municipais, estaduais e federal, que lecionem disciplinas relacionadas à área de Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias tais como Biologia, Física, e Química, entre outras que integrem as referidas áreas.


A seleção regional dos projetos será a primeira etapa, quando serão escolhidos 20 projetos em âmbito nacional, indicados pelas Comissões Técnicas Regionais a partir dos critérios estabelecidos em regulamento.


No segundo momento, a produção de vídeos dos 20 projetos selecionados e escolha dos cinco vencedores nacionais. Cada um dos 20 projetos selecionados, por meio dos professores responsáveis e seus alunos, deverá produzir um vídeo de até três minutos sobre o seu projeto.


A última seleção será a escolha dos cinco vídeos dos projetos vencedores nacionais, que serão postados no site para votação popular. O mais votado pelo público receberá o título de "Projeto Vencedor pelo Júri Popular". Dentre os cinco vencedores nacionais, será escolhido pela comissão julgadora aquele que será o Grande Vencedor Nacional considerando, além de todos os critérios já avaliados, a originalidade, o caráter de inovação e a relevância frente ao contexto.


Os vencedores receberão prêmios como: notebooks, tabletes, câmeras fotográficas, troféus, medalhas e smartphones.

O Centro de Atendimento ao Surdo (CAS) oferta o curso de formação continuada para professores. Os cursos e oficinas são nas áreas de Libras nível I,II e III, tradução e interpretação de música e contextualização da Língua Portuguesa.


A diretora do CAS, Núbia Pastana, explica que o foco principal da capacitação é para os professores que atuam com as disciplinas direcionadas nos cursos, no entanto será disponibilizado um número mínimo de vagas para os demais interessados, que dependerão do quantitativo da demanda. A diretora alerta ainda que as vagas serão preenchidas em um curto espaço de tempo e, garantí-la, o candidato deve realizar sua inscrição o quanto antes.

"É uma oportunidade para qualificar os profissionais da educação especial e melhorar ainda mais o atendimento especializado prestado aos alunos. A procura pelos cursos é intensa e partem também da comunidade, profissionais de outras áreas como saúde, justiça e segurança pública", disse.


O professor de ensino especial da Escola Estadual Deusolina Salles Farias, Marlon dos Santos, confirma os benefícios de estar atualizando os conhecimentos e ao mesmo tempo poder aplicá-los na prática com os alunos.

"Temos a oportunidade de buscar cursos especializados e sabemos da necessidade e carência da área. Já tenho especializações, mas entendo que é muito interessante o curso de libras, neste sentido, tenho que estar me aperfeiçoando constantemente", destacou Marlon.

As inscrições iniciaram nesta segunda-feira, 29, e podem ser feitas até sexta-feira, 31, nos horários de 8h às 12h e das 14h às 17h, no hall de entrada do CAS, localizado na Avenida José Antônio Siqueira, nº. 872, no Laguinho. Para fazer a inscrição basta apresentar a original e cópia da carteira de identidade, comprovante de endereço, uma foto 3x4 e um classificador.

As vagas são limitadas e os cursos serão ministrados em períodos alternados.


O início do segundo semestre letivo da rede estadual de ensino será nesta segunda-feira, 3. A volta às aulas para mais de 100 mil alunos será marcada por atividades pedagógicas nas unidades escolares dos municípios de Macapá, Santana e nos interiores do Estado.


Para as 34 escolas estaduais que aderiam ao programa "Educação Empreendedora", as aulas iniciarão somente no dia 10 de agosto, em função da capacitação dos professores das referidas escolas.


Para a volta às aulas, servidores, professores e apoiadores organizaram os espaços físicos das escolas estaduais. Os reparos foram feitos na parte elétrica e hidráulica. Também foram feitos serviços de pintura geral, capina e decoração. As entradas das escolas estão decoradas com mensagens de boas-vindas aos alunos, frases de estímulo e motivação aos estudantes que irão reencontrar seus professores e amigos.


"Nossa prioridade é melhorar o índice da qualidade da educação e, para isso, temos uma equipe comprometida e atuante, que trabalhou incansavelmente para essa volta às aulas", afirmou a secretária de Estado da Educação, Conceição Medeiros.


Segundo a coordenadora de Educação Básica e Profissional da Secretaria de Educação (Seed), Edilene Dias, durante o mês de agosto, os alunos irão participar de atividades relacionadas às datas comemorativas ao Dia do Estudante, dos Pais e do Folclore. Além do planejamento e início dos ensaios para os desfiles cívicos dos dias 5, 12 e 13 de setembro.


Técnicos da Secretaria de Estado da Educação (Seed) realizaram no período de 8 a 24 de julho um levantamento técnico e situacional das escolas dos municípios. As apresentações dos relatórios foram socializadas com coordenadores, gerentes e demais funcionários que atuam no complexo da instituição. O encontro aconteceu nesta segunda-feira, 27, no auditório do campus II da Universidade do Estado do Amapá (Ueap).


O trabalho começou nas escolas dos municípios de Macapá e Santana. A equipe contabilizou 23 técnicos divididos em oito grupos que estiveram também nos municípios Porto Grande, Ferreira Gomes, Serra do Navio, Laranjal do Jari, Vitória do Jari, Itaubal do Piririm, Localidade de Santo Antônio da Pedreira, Tartarugalzinho, Pracuúba, Calçoene, Amapá, Mazagão e Santana.


A visita teve como principal foco assuntos como o remanejamento dos professores do contrato administrativo e efetivos, entre outras questões pertinentes, como a compatibilização de carga horária e renovação de contratos temporários.


De acordo com a secretária de Estado da Educação, Conceição Medeiros, o levantamento técnico se faz necessário para cumprir as metas de gestão. Outro objetivo do levantamento in loco é conhecer de perto todas as informações sobre o quadro de professores e funcionários.


"A maior carência de professores é para o interior, sendo que os excedentes serão reaproveitados após levantamento técnico", explicou Medeiros. 


Durante a explanação dos dados, o coordenador técnico da Seed, Ailton Guedes, exemplificou que em algumas escolas de Macapá e Santana há um excedente de professores e que estes poderão ser colocados à disposição da Seed sem que haja descontinuidade dos trabalhos nas referidas escolas, sendo assim, serão lotados em unidades em que forem detectadas carências.


"O resultado do trabalho constata de fato a realidade de pessoal em nossas escolas e possibilita a Seed estabelecer uma gestão de pessoal mais eficiente", disse Guedes.


As mudanças começarão a ser realizadas a partir do início do mês de agosto.

Escolas da rede estadual de ensino têm organizado seus espaços e organizado o planejamento pedagógico para o segundo semestre letivo. Os ajustes são necessários para proporcionar um ambiente mais adequado ao ensino e incentivar os estudos em prol da melhoria da qualidade do aprendizado.


Reparos estão sendo feitos na parte elétrica e hidráulica, além de serviços de pintura, poda, limpeza geral e capina, organização e decoração, além do trabalho reforçado evidenciando os desafios e objetivos dos Projetos Políticos Pedagógicos (PPP), tudo planejado para o acolhimento dos mais de 136 mil alunos.


As entradas das escolas ja estão sendo decoradas com mensagens de boas-vindas aos alunos com frases de estímulo e motivação aos estudantes que irão reencontrar seus professores e amigos.


De acordo com o diretor da Escola Estadual Antônio Cordeiro Pontes, Assis Lopes, o mês de julho foi aproveitado para a organização dos ambientes. Ele aponta que vários serviços estão sendo realizados e que há o envolvimento do corpo técnico da escola a fim de proporcionar bem estar aos alunos.


Estamos deixando a escola bem arrumada e bonita com o apoio também dos professores que disponibilizaram o seu tempo em prol da comunidade escolar, a fim de recebê-los da melhor forma possível", destacou Assis.


Maria Raimunda Castro comenta que os reparos são essenciais para que os alunos se sintam acolhidosPara a diretora Escola Estadual Zolito de Jesus Nunes, Maria Raimunda Castro, são pequenos reparos, mas que são de total importância para que o aluno goste da escolm que estuda e sinta-se bem. "Estamos trabalhando no sentido de oferecer o melhor para todos os professores, alunos e funcionários da educação. A organização atinge também a área externa da escola, bem como a dedetização das salas e demais reparos", pontou.


O calendário escolar marca o retorno das aulas para o dia 3 de agosto em 361 escolas da rede estadual. Outras 41 escolas começarão seu período letivo em 10 de agosto, em função da capacitação dos professores no programa Educação Empreendedora, uma parceria da Secretaria de Estado da Educação (Seed) e Serviço Social de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).


 

A secretária de Estado da Educação, Conceição Medeiros, reuniu na tarde desta sexta-feira, 24, com empresários do setor de vigilância, Sindicato dos Vigilantes do Estado do Amapá (Sindiviap), Central Única dos Trabalhadores (CUT) e técnicos que atuam nos setores de administração e finanças da Secretaria de Estado da Educação (Seed). A reunião aconteceu no gabinete do órgão com pauta voltada aos atrasos salariais dos trabalhadores.


Na abertura do encontro foram expostas algumas exigências por parte do Sindiviap, que formalizou à Seed a necessidade de tomadas de decisões entre as partes envolvidas. Em questão, assuntos como o atraso de salários dos vigilantes referentes aos meses de outubro, novembro e dezembro de 2014, além da falta de pagamento do 13º salário e os salários dos meses de maio e junho de 2015.


Outro ponto levantado foi a necessidade das empresas ajustarem a nova norma coletiva da categoria e que cumpram os contratos homologados no processo licitatório. Outras situações foram direcionadas à denúncia de assédio moral que os trabalhadores estariam sofrendo das empresas e a efetiva fiscalização nos postos de serviços.


De acordo com a secretária de Estado da Educação, Conceição Medeiros, o atraso permanente dos documentos necessários por parte das empresas para a efetivação dos pagamentos também é um entrave.


A secretária esclarece ainda que os pagamentos foram realizados por parte do governo, referente ao mês de maio e que as empresas deveriam se manifestar sobre o pagamento de junho por terem atrasado a documentação, tornando os trabalhadores vítimas do processo.


Outro alerta foi no sentido de uma nova repactuação ou licitação, caso haja o descumprimento dos acordos. Foi citado também que uma das cláusulas contratuais diz respeito ao calção por parte das empresas por pelo três meses, evitando assim, os atrasos salariais, desgaste das entidades, multas e ameaças de greve.


"Queremos que os trabalhadores estejam felizes e contentes para desenvolver um bom trabalho. As empresas que vendem os serviços têm que buscar eficiência", disse Medeiros.


Segundo o tesoureiro do Sindiviap, Dinassi Siqueira, a categoria busca o cumprimento das normas coletivas e a leis trabalhistas. "Estamos em parceria com o Governo do Estado, buscando, através de acordos, solucionar as pendências com as empresas de vigilância para que se realize o acordo contratual firmado e que melhore nossas condições de trabalho", destacou.


 


Respostas


A empresa Pargel Vigilância informou que está devendo apenas o mês de junho e que efetivará o pagamento, deste período, no dia 28 de julho. Já a empresa Queiroz Maciel LTDA, que está com os meses de maio e junho atrasados, afirmou, através de seus representantes, que vai verificar o financeiro da empresa para realizar os pagamentos. Após questionamentos, garantiu que dará uma resposta em relação aos salários atrasados no dia 29 de julho. Quanto à Novaseg, a empresa afirmou que estava aguardando os repasses dos meses de maio e junho para realizar os pagamentos atrasados e definir uma data. Porém, a empresa foi informada que a ordem bancária foi feita para o pagamento do mês de maio. Assim, informou que procederá o pagamento na próxima semana. A empresa Macapá Segurança garantiu que dará uma resposta sobre o seu financeiro no próximo dia 27 sobre a viabilidade do pagamento de junho, ainda no mês de julho.

As professoras amapaenses Andreia Martel Torres e Regina Lúcia Soares representarão o Estado do Amapá no programa de capacitação Missão Pedagógica no Parlamento, uma iniciativa da Câmara dos Deputados que busca reconhecer os esforços dos educadores na disseminação dos valores da democracia, por meio de um aprofundamento sobre como trabalhar as temáticas da cidadania e política com seus alunos.

A notícia foi divulgada pela comissão organizadora do programa, junto com a lista dos nomes dos Estados e os respectivos professores contemplados. Andreia – da Escola Estadual Professora Raimunda Virgolino, em Macapá – e Regina – da Escola Estadual Evilásio Pedro de Lima Ferreira, em Mazagão –, foram selecionadas entre educadores de toda a federação brasileira que se inscreveram para participar da habilitação.

As educadoras foram escolhidas por meio do curso à distância Educação para Democracia e o Parlamento, que selecionou os 54 participantes com melhor desempenho no curso. Agora elas viajarão à Brasília, onde a Câmara de Deputados irá custear as passagens áreas, hospedagem e alimentação.

O programa conta com carga horária de 90h, divididas em dois módulos: Módulo Presencial (40h) que ocorrerá em Brasília no período de 31 de agosto a 4 de setembro; e Módulo de Aplicação, com carga horária de 50h, na modalidade de educação a distância, no período de 15 de setembro a 21 de novembro.

Para a professora Andreia Torres, que leciona a disciplina de História para alunos do Ensino Médio há mais de nove anos, a formação inicial foi uma ótima oportunidade para mesclar teoria e prática, utilizando conceitos que podem ser construídos historicamente e debatidos dentro de sala de aula.

"A escola é um espaço privilegiado para debater república, direitos humanos e democracia. Espero ampliar o conhecimento teórico, trocar experiências com os colegas das demais regiões e trazer isso por meio de ações concretas no meu espaço escolar", afirmou.

Os participantes que concluírem com êxito o programa recebem, ao final da formação, um certificado expedido pelo Centro de Formação, Treinamento e Desenvolvimento da Câmara dos Deputados com carga horária de 120h de capacitação.


Iniciam-se nesta sexta-feira, 24, as inscrições do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação, por tempo determinado, de professores do ensino fundamental, tradutor e intérprete de libras e manipulador de alimentos para o Programa Nacional de Inclusão de Jovens – Projovem Campo - Saberes da terra. Serão disponibilizadas 16 vagas (contratação imediata) e 14 (cadastro reserva) para os municípios de Porto Grande e Pracuúba. Os salários variam entre R$ 870 e R$ 1.740.


Os candidatos poderão se inscrever, gratuitamente, pelo sitewww.processoseletivo.ap.gov.br, no período de 0h às 23h59 do dia 24.


As vagas de professores são para as áreas de ciências humanas, história, geografia, matemática, tradutor e intérprete de libras. Os educadores trabalharão no atendimento das salas de acolhimento, às crianças de zero a dez, filhos de jovens que fazem parte do programa.


A contratação obedecerá, rigorosamente, à ordem de classificação dos candidatos, de acordo com as vagas existentes e a necessidade da Seed, para o Programa Projovem Campo, por um período de até 24 meses e pode ser prorrogado ou antecipado, dependendo demanda.


O resultado da primeira fase será divulgado no site www.processoseletivo.ap.gov.br, até o dia 28. Após a publicação do resultado da primeira fase, o candidato selecionado será convocado, no dia 30 pelo mesmo site, onde será indicado o dia, hora e o local para entrega dos documentos e para a entrevista.


O resultado final será divulgado no dia 7 de agosto. Neste dia, também, será divulgada a data da contratação.


Projovem Campo – Saberes da terra


No Amapá, o programa é coordenado pelo Núcleo de Educação do Campo (NEC) da Seed e visa desenvolver políticas públicas de educação para jovens agricultores – excluídos do sistema formal de ensino – dando-lhes oportunidade de inserção no ensino fundamental nas modalidades da Educação de Jovens e Adultos (EJA).


Neste primeiro momento, o programa atenderá 300 jovens com idade entre 18 e 29 anos, das escolas estaduais Campo Verde e Matapi II (Porto Grande); Pedro Maciel Filho e Pedro Teixeira (Pracuúba). A previsão é que as aulas iniciem no dia 24 de agosto.


O Centro Cultural Franco Amapaense (CCFA) oferta para o segundo semestre do ano letivo seis cursos e cinco oficinas profissionalizantes. Os cursos e oficinas são nas áreas de conversação através da leitura francesa, pintura em tecido, customização de camisa para o Círio de Nazaré, curso de francês básico, além de cursos da área musical.


Para o diretor do CCFA, Nonato Barros, os cursos são uma oportunidade para qualificar profissionais no âmbito da educação e nos diferentes níveis e modalidades de ensino.


"São novas turmas de cursos oferecidos à população em diversas áreas, além da principal função do Centro que é o estudo da língua francesa. Estamos nos organizando para receber com excelência todos que desejam procurar a qualificação profissional", disse.


As inscrições já estão abertas e podem ser feitas de segunda a quinta-feira, nos horários de 8h às 12h e das 14h às 17h, e na sexta-feira até às 12h, na secretaria do Centro Cultural Franco Amapaense, localizada na Avenida General Gurjão, 32, Centro.


As vagas são limitadas e os cursos serão ministrados no período da manhã e tarde. 


























































































CURSO



PUBLICO/PRÉ-REQUISITOS



CARGA HORÁRIA



INICIO



INSCRIÇÕES



CONTADOR DE HISTÓRIA



ACADÊMICOS DOS CURSOS DE PEDAGOGIA E LETRAS DO IESAP



160 H.



01.09.15



----------



RECREADOR



ACADÊMICOS DOS CURSOS DE PEDAGOGIA E LETRAS DO IESAP



160H



01.09.15



-------------



 


CURSO CARTONAGEIRO



COMUNIDADE/ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO


 



200H



10.08.15



DE 14.07 Á 15.08.15



CURSO PINTURA EM TECIDO



CURSO PINTURA EM TECIDO



160H



10.08.15



DE 14.07 Á 10.08.15



CURSO REGENTE DE CORAL



COMUNIDADE/ENSINO MÉDIO COMPLETO


 



200H



10.08.15



DE 14.07 Á 08.08.15



CURSO FRANCÊS BÁSICO



COMUNIDADE/ENSINO MÉDIO INCOMPLETO


 



160H



10.08.15



DE 14.07 Á 08.08.15



OFICINA DE CUSTOMIZAÇÃO DE CAMISA PARA O CÍRIO



COMUNIDADE/ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO


 



40H



10.08.15



DE 14.07 Á 08.08.15



OFICINA DE CANTO



COMUNIDADE/ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO


 



40H



10.08.15



DE 14..07 Á 08.08.15



OFICINA: HISTORIANDO E RECREANDO NO AMBIENTE ESCOLAR.



PROFESSORES DAS ESCOLAS ESTADUAIS: JOSÉ DE ALENCAR, SANTA INÊS, CENAP, E PRÉ ESCOLAR MUNICIPAL TIA MADALENA.



 


09 HORAS POR ESCOLA



04.08.15


TÉRMINO


31.08.15



 


----------------



OFICINA: PRATIQUE A COMUNICAÇÃO ATRAVÉS DA LEITURA FRANCESA.



ALUNOS CURSANDO DO 5º NIVEL DE FRANÇES E CONCLUINTES



30



10.08.15



DE 01.07 Á 08.08.15



OFICINA: APRENDA FRANÇES LENDO.



ALUNOS CURSANDO DO 5º NIVEL DE FRANÇES E CONCLUINTES



30



10.08.15



DE 01.07 Á 08.08.15


A Secretaria de Estado da Educação (Seed) lançou o edital do Processo Seletivo Simplificado para o preenchimento de vagas e cadastro reserva de Professor Bolsista para o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), nos municípios de Macapá e Santana.


Os graduados selecionados irão ministrar as aulas para os alunos dos cursos técnicos dos Centros de Ensino Profissionalizantes Profª. Graziela Reis de Souza, Maria Salomé Gomes Sares, Josinete Oliveira Barroso (CEPAJOB) e ainda o Centro em Pesca e Aquicultura do Amapá (CIFPA).


A carga horária será no máximo de 16 horas semanais, sendo que o valor da bolsa será de R$50 por hora aula de 60 minutos, em conformidade com as cargas dos cursos.
As inscrições poderão ser realizadas pelo site www.processoseletivo.ap.gov.br das 00h01min do dia 22 de julho até às 23h59min do dia 27 de julho de 2015.


A primeira etapa será o preenchimento de formulário pelo candidato no site do processo seletivo, caráter classificatório e eliminatório com pontuação máxima de 100 pontos. No segundo momento será feita a apresentação e entrega da documentação comprobatória do currículo. A terceira e última etapa será a Prova Didática - caráter eliminatório e classificatório, que consiste na apresentação de aula expositiva teórica pelo candidato.


O resultado final será divulgado no dia 28 de agosto, momento em que será feita a convocação para assinatura do Termo de Compromisso e entrega da Carta de Apresentação.


Pronatec
O programa tem como objetivo expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional Técnica de Ensino Médio e de cursos de Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores, contribuindo para abrir o leque de oportunidades, seja pela expansão das possibilidades de aprendizado, seja pela melhoria da qualidade de vida social e financeira e pela geração de renda, através da criação do seu próprio emprego dada a importância ao desenvolvimento da economia empreendedora no mercado local.


Os beneficiários do programa, de acordo com a legislação vigente, além da bolsa-formação (oferta de curso de qualificação gratuita), está na prestação de assistência estudantil, pagamento do auxílio-transporte e auxílio alimentação, para assegurar a frequência e permanência com sucesso dos alunos durante a realização dos cursos.


No Amapá, para o cumprimento dos objetivos do programa serão ofertadas no primeiro semestre de 2015 aproximadamente 3.216 vagas em 186 cursos de formação técnica e formação inicial ou continuada de trabalhadores, em 11 unidades, distribuídas nos municípios de Macapá, Santana, Laranjal do Jari e Oiapoque.


Confira o edital: http://www.processoseletivo.ap.gov.br/download.php?arquivo=4402

Iniciam nesta terça-feira, 21, as visitas dos técnicos da Secretaria de Estado da Educação (Seed) nas escolas da rede estadual de ensino do interior. O objetivo é apurar e acompanhar os projetos pedagógicos, ambientes nas escolas, carência e excedente de professores.


O trabalho começou no mês de julho nas escolas dos municípios de Macapá e Santana. Nesta segunda fase, 23 técnicos da educação visitarão mais 12 municípios: Porto Grande, Ferreira Gomes, Serra do Navio, Pedra Branca, Itaubal, Pracuúba, Calçoene, Tartarugalzinho, Amapá, Mazagão, Laranjal e Vitória do Jari.


Os diretores das escolas estão respondendo ao questionário situacional a respeito dos dados específicos de cada unidade escolar. As informações serão analisadas e vão servir de base para o reordenamento da rede de ensino. Assim, a Seed vai poder atender as reais necessidades de cada escola, como sanar a carência de professores, por exemplo.


A secretária de Estado da Educação, Conceição Medeiros, informou que está planejando junto aos técnicos da Seed a volta às aulas no segundo semestre letivo. "As informações dos professores dos contratos administrativos, por exemplo, servirá para que sejam feitos os remanejamentos dos profissionais onde tenha carência", disse a gestora.


Confira o cronograma de visitas dos técnicos da Seed:


Porto Grande e Ferreira Gomes 21/07 e 22/07


Serra do Navio 21/07 e 22/07


Laranjal do Jari e Vitória do Jari 21/07 e 23/07


Itaubal e Santo Antônio 21/07 e 22/07


Pracuúba, Calçoene e Tartarugalzinho 22/07 e 23/07


Amapá 24/07 e 25/07


Mazagão 21/07 e 22/07

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) deu início na manhã desta segunda-feira, 20, aos preparativos para os desfiles cívicos dos dias 5,12 e 13 de setembro. O encontro aconteceu no auditório do Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap) e reuniu representantes de vários órgãos estaduais.


Em pauta, os alinhamentos para a execução dos desfiles que passam pela organização da parte estrutural, trânsito, segurança e educacional, como a definição da temática que será trabalhada este ano na apresentação das escolas, entre outras questões e serviços de apoio.


De acordo com a secretária de Estado da Educação, Conceição Medeiros, os encontros com as coordenadorias que atuam no complexo da Seed já vem acontecendo desde o início do mês de julho e essa e a primeira reunião com os demais órgãos envolvidos.


"Estamos reunidos no planejamento para oferecer a população um desfile organizado e belo, e levando a identidade do Estado para a apresentação e o envolvimento de mais de quatro mil alunos da rede estadual de ensino e demais participantes", destacou.


A coordenadora do Ensino Básico e Profissional da Seed, Edilene Dias, reafirma que discutir as estratégias com antecedência é fundamental para que os desfiles aconteçam da melhor forma possível, já que é uma ação tradicional e que envolve muitas entidades.


Participaram desta primeira reunião: Polícia Militar, Corpo de Bombeiro, Secretaria de Governo, Infraestrutura e Departamento Estadual de Trânsito do Amapá.


Outros encontros devem acontecer no decorrer dos meses antecedentes com outros parceiros. A próxima reunião será nesta sexta-feira, 24, também no auditório do Prodap, às 9h, para novos encaminhamentos.


Cronograma prévio:


Desfile do dia 5 de Setembro – Santana
Em definição com as entidades organizadoras do evento


Desfile do dia 12 de Setembro / Zona Norte de Macapá
O desfile na Zona Norte ocorrerá a partir das 16h do dia 12 de setembro, no início da Rodovia do Curiaú. Irão participar as instituições militares, Exército Brasileiro, PM/AP, CBM/AP entre outras instituições civis além de Associações e escolas da Rede Estadual de Ensino.


Desfile do dia 13 de Setembro / Sambódromo
Já no dia 13, data que lembra a criação do Território Federal do Amapá, o desfile ocorrerá no Sambódromo, a partir das 16h, com apresentações de 136 escolas da rede estadual de ensino, distribuídas em 19 Núcleos de Ação Educativa (NAEs) com a temática voltada para as diversidades regionais. O desfile contará também com apresentações de várias instituições governamentais.

De 15 a 17 de julho, os amapaenses Fabrício de Sousa e Walterney Júnior, professor e aluno, respectivamente, apresentaram dois projetos na IV Feira Nacional de Matemática, em Santa Catarina, e receberam troféus e certificados de "Destaque".


O professor da Escola Estadual José Bonifácio, Fabrício de Sousa, apresentou o projeto Etnomatemática, que estuda as casas de farinha localizadas na comunidade quilombola do Curiaú.


Durante o evento, o educador teve que explicar a aplicação da matemática, desde o momento da plantação da mandioca, a quantidade do produto, o período e a área do terreno. Os exemplos foram utilizados para simplificar o processo ensino-aprendizagem.


"É muito bom transformar a matemática em algo mais prazeroso para os alunos e mudar aquela visão de uma disciplina vilã para a grande maioria. Estou muito feliz de representar bem o meu Estado, com um projeto que conta um pouco de nossa história", agradeceu o professor.


Já o aluno do 6º ano da Escola Estadual Lucimar Amoras Del Castilho, Walterney Júnior, foi expositor da categoria Ensino Fundamental, e apresentou o projeto de intervenção Tabuada Interativa, que facilita o aprendizado da soma, subtração, multiplicação e divisão para as crianças de anos iniciais.


O trabalho Tabuada Interativa foi construído pelo professor Joy Reis Gonçalves, coordenador e acompanhante do aluno Walterley Júnior, de apenas 10 anos de idade.


Feira Nacional de Matemática


O evento que utiliza o método educativo científico-cultural, por meio de vivências e experiências para ajudar no aprendizado, contou com 147 trabalhos expostos realizados em 57 municípios de 15 estados brasileiros. Esta edição do evento reuniu 294 alunos e 210 professores inscritos nas categorias educação especial, educação infantil, ensino fundamental – anos iniciais, ensino fundamental – anos finais, ensino médio, ensino superior, professor e comunidade.


Os trabalhos foram selecionados por comissões de avaliação de 14 feiras municipais, 18 regionais e duas estaduais promovidas em 2014 e 2015. A feira recebeu cerca de 3 mil visitantes entre estudantes, professores e comunidade.


Segundo a coordenadora geral do evento na cidade de Jaraguá/SC, Iraci Müller, a Feira Nacional de Matemática promoveu a construção e divulgação dos conhecimentos matemáticos, socializando suas pesquisas e resultados.